[ editar artigo]

As melhores cachoeiras do Brasil

As melhores cachoeiras do Brasil

 

Uma das melhores maneiras de descarregar energias ruins e recarregar o espírito é um bom banho gelado de cachoeira. A força das águas e o visual nos conectam com a natureza e proporcionam momentos e fotos lindas. Vou listar 5 das mais bonitas cachoeiras aqui no Brasil para você conhecer e visitar. Vamos lá?

 

Cachoeira da Fumaça - Chapada Diamantina (BA)

A Cachoeira da Fumaça, com 340 metros de queda d'água, é a segunda mais alta do Brasil, fica no Vale do Capão e pode ser acessada, na parte superior, a partir de uma trilha tranquila de 1 hora se você partir do alto da serra. Outra opção legal é a trilha de 3 dias e leva a parte de baixo da cachoeira. Ela pode ser feita com guias que disponibilizam transporte, alimentação e equipamentos para acampar. Nessa opção você irá caminhar cerca de 12 km por dia em meio a natureza tomando banho em rios e cachoeiras menores pernoitando em grutas. Uma experiência incrível!

 

Cachoeira Boca da Onça - Bonito (MS)


A trilha até a cachoeira tem 4 quilômetros, sem grandes obstáculos. O caminho passa por mais dez cachoeiras menores, algumas com banho permitido, e no final da trilha você irá encontrar a imponente Boca da Onça, de 157 metros de queda.

Se quiser chegar ao topo dela, 886 degraus te esperam, mas vale a pena pois a vista é espetacular. Rios de águas cristalinas e mata nativa a perder de vista criam uma verdadeira obra de arte que até emociona.

 

Cachoeira do Segredo - Chapada dos Veadeiros (GO)

Apesar do grande número de cachoeiras na Chapada dos Veadeiros a "Segredo" é possivelmente a mais bonita. Ela ganhou este nome nos tempos de garimpo porque em seus arredores era possível encontrar lindos cristais de quartzo, e quem sabia disso guardava segredo. Para chegar na cachoeira de 115 metros é preciso andar de 6 a 8km de trilha (depende da altura das águas), pelo caminho se cruza diversas vezes o mesmo rio, incluindo uma bela praia com piscina natural que vale a parada.

 

Cachoeira Cassorova - Brotas (SP)

A cidade de Brotas é conhecida pelo ecoturismo de aventura e isso se reflete também em suas cachoeiras. Com 60m de altura a Cassorova permite a prática do "canionismo". Turistas corajosos descem de rapel por suas pedras, acompanhando o fluxo da água.

A cachoeira é acessada por uma trilha tranquila, apesar de íngrime, de cerca de 10 minutos. No mesmo complexo ainda é possível visitar a igualmente bonita Cachoeira dos Quatis, um pouco menor com 46m de queda.

 

Cachoeira do Tabuleiro - Conceição do Mato Dentro (MG)

Com 273 metros de queda a cachoeira do Tabuleiro tem um dos visuais mais impressionantes de nossa lista. Ela pode ser acessada por trilhas com dificuldades e objetivos diferentes. Para quem quiser somente contemplar a vista, uma caminhada fácil de cerca de 20 minutos leva a um mirante. Já quem quer mergulhar em seu poço, deve se preparar. A trilha que leva até lá é bem íngrime e causa até vertigem, depois de chegar ao leito do rio são mais duas horas de caminhada pelas rochas laterais. O prêmio pelo esforço é banhar-se em suas lindas águas e sentir o poder da natureza.

 

Cachoeira Casca d'Anta - Serra da Canastra (MG)

Famosa por seus queijos, a Serra da Canastra guarda outras maravilhas. Com 186m de queda é uma atração imperdível para quem estiver na região de Capitólio. Para acessar a trilha mais fácil, com apenas 1500 m, leva até o poço da cachoeira, de onde é possível ver a força das águas do Rio São Francisco em sua maior queda livre.

O passeio até a parte de baixo da Casca d’Anta pode ser realizado em meio dia, com direito a banho nos poços e prainhas que se formam depois da queda (o poço da cachoeira é perigoso para banho). Já a trilha até a parte alta da Casca d’Anta é um pouco mais longa. Serão 3,7 km de caminhada rumo ao topo e, para percorrê-la com calma, o ideal é chegar cedo ao parque.

 

 

 

comunidade.triphero
Ler conteúdo completo
Indicados para você